De como as putas produzem fissuras ou arrombam os heróis endividados

Eh um fenômeno comportamental, eles são carentes, e dizem muito rápido gostar de você. E entre muitos nãos e poucos sins, eles não cessam de te convidar para sair. E você se torna detentora da salvação e da ruína da vida deles.
A maior virtude que possuem eh pagar as contas quando você os acompanha em lugares que “eles querem” ir, aos restaurantes que “eles gostam” de comer. Esse é o meu quinto experimento. Os comportamentos se repetem.
No último, fomos a um restaurante chicosinho, ele queria conversar algo importante, não podia ser em qualquer lugar. Acontece que inesperadamente o dono do estabelecimento, aproveitando-se de um momento em que ele foi ao banheiro, veio ate minha mesa e me disse: tenho esse restaurante faz 20 anos e de longe você eh a mulher mais interessante que vi entrar aqui. Fiquei sem reação e, foi assim que ele me viu ao sair do banheiro, enquanto o dono do restaurante se afastava da mesa.
_ Você esta flertando com o dono do restaurante na minha cara? Na sequência veio, te trago num lugar caro pacas e você bla bla bla…
Fico perplexa em ver que a virilidade, algo tao gostoso de desfrutar, pode ser transferida para o cartão de credito, deve ser um ritual voduzesco capitalista, sei la. Mas fato eh, eles querem jogar na sua cara o orgulham que sentem pelo esforço neurótico em carregar tanto peso, por pagar a conta. Assumem a narrativa de heróis massacrados pela dívida, pela mídia, pelo medo, ou pela despotencialização política e sexual. Tipo o Negri, que escreve o livro com Hardt para “ajudar” as pessoas a se libertarem a opressão e assina manifesto apoiando lula e segue produzindo discursos para legitimar regimes totalitários como o da Venezuela. Ele precisa entrar para a história como herói, é o mais importante.
Essa figura endividada, securitizada, midiatizada e despontencializada\representada se arrasta perpetuando essa situação, não se constrange em tirar proveito da posição que o escraviza, ergue o cartão (mas pode ser a fama tb) em riste para tentar submeter o outro, que ele julga mais frágil ou menos endividado, talvez. Lembro tanto da musica: “se acaso me quiseres sou dessas mulheres que só dizem sim, mas na manha seguinte, não conte ate vinte, te afasta de mim”. Casados, solteiros, atores, psiquiatras, advogados, professores e agora donos de restaurantes… rs. Eh um fenômeno relacional.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

Blog da Luiza Sansão

Jornalismo, Segurança Pública e Direitos Humanos

Outras Palavras

Fia quem confia que o algoodão pode virar linha, que linha entrelaçada é tecido, palavra, texto.

Blog do Zé Celso

presidente e diretor artístico da Associação Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona

ARAME FALADO

MARCUS FABIANO GONÇALVES

Razão Inadequada

Uma postura inadequada é a nossa maneira de viver em uma cultura da adequação...

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.

%d blogueiros gostam disto: